O Que É Ejaculação Precoce? (ENTENDA)

Porque a ejaculaçao precoce?

A ejaculação precoce ou ejaculação rápida é o problema mais comum de saúde sexual e não há nenhuma razão para ter vergonha dele. A ejaculação é a liberação do sêmen do pênis depois do clímax sexual.

Ela geralmente acontece simultaneamente com o orgasmo, mas é importante notar que o orgasmo e ejaculação são dois processos diferentes e alguns homens experimentam o orgasmo mesmo sem ejacular.

Também é importante lembrar que todos são diferentes, então o que parece ser sexualmente prazeroso para uma pessoa pode não ser para outra.

Além disso, nem todas as mulheres gostam de relação sexual prolongada, pois elas podem ficar secas e doloridas.

Sexo mais comprido não significa melhor sexo.

Existem vários fatores que podem contribuir para a ejaculação precoce e alguns tratamentos médicos podem ser eficazes.

Ela também pode ter um número de consequências, incluindo um grande impacto sobre o bem-estar emocional de um homem.

Os homens tendem a se sentir menos confiante, frustrados, envergonhados e decepcionados. Além disso, ela pode afetar significativamente suas relações e encontros sexuais.

Portanto, terapia (incluindo) sexual é muitas vezes sugerida, a fim de abordar essas questões.

Definição de ejaculação precoce

A ejaculação precoce (EP) também é conhecida como ejaculação rápida ou involuntária.

Ela é definida como ejaculação recorrente ou persistente com estimulação mínima, seja antes, durante ou pouco tempo depois da penetração e antes da pessoa querer.

Essa perturbação causa sofrimento e dificuldades interpessoais e pode levar à diminuição da satisfação com um ou ambos os parceiros. É reconhecido agora que a ejaculação acontece com pouco ou nenhum controle voluntário.

4 critérios envolvidos no diagnóstico?

1. Tempo de Latência Ejaculatória [ELT]

  • O Tempo de Latência Ejaculatória mede o tempo que leva para a ejaculação ocorrer após a penetração
  • Para homens com parceiros do sexo feminino, ele é chamado de Tempo de Latência Ejaculatória Intravaginal [IELT], que mede o tempo que leva para a ejaculação ocorrer após a penetração vaginal.
  • Com a ejaculação precoce, a ejaculação tende a ocorrer apenas com ou antes da penetração ou dentro de 1 ou 2 minutos após a penetração.
  • O tempo de ejaculação de um homem varia ao longo de sua vida e pode ser influenciado por vários fatores, tais como níveis de excitação, níveis de ansiedade, um novo parceiro, nova atividade/função sexual, nível de experiência sexual, período de tempo desde a última ejaculação, preliminares extensas e problemas de relacionamento / intimidade.

2. Controle ejaculatório

  • É importante lembrar que o problema com a ejaculação precoce é mais sobre o controle do que duração. Então é sobre quanto controle um homem tem sobre a sua ejaculação.
  • Homens com ejaculação precoce tendem a ter uma incapacidade de retardar a ejaculação associada com uma falta de controle.

3. A insatisfação Própria e/ou do Parceiro

  • A ejaculação precoce tem consequências afetivas negativas para uma ou ambas as partes de uma relação sexual. Exemplos dessas consequências são angústia, preocupação, frustração, tristeza, ansiedade, insatisfação sexual etc.

4. Retirada do parceiro

A ejaculação precoce pode resultar em evasão de intimidade / carinho, intimidade sexual e relações sexuais.

Existem dois tipos diferentes de ejaculação prematura:

  • Primária (ao longo da vida)
  • Secundária (adquirida)

A ejaculação precoce primária (ao longo da vida) é quando um homem não possui controle da ejaculação a partir do momento de sua primeira experiência sexual, sendo um problema persistente.

Se não tratada, a ejaculação precoce continuará para o resto de sua vida.

A ejaculação precoce adquirida é geralmente quando há um período de funcionamento normal antes da ejaculação começar. Ela pode surgir devido a:

  • condições médicas, como diabetes, disfunção eréctil, prostatite crônica e problemas de tiroide.
  • problemas psicológicos, tais como problemas de relacionamento, ansiedade, estresse, inexperiência sexual, atividade sexual pouco frequente e perda de interesse sexual no parceiro.

Prevalência de ejaculação precoce

VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO

A ejaculação precoce é a disfunção sexual masculina mais comum, afetando entre 20% e 30% dos homens de todas as idades. Outros distúrbios ejaculatórios menos comuns são ejaculação retardada, ejaculação retrógrada, anejaculação e ejaculação dolorosa.

Leia Também:

>>VÍDEO

Deixe um Comentário