Entenda o Nódulo no (PULMÃO)

Visão geral

Nódulos pulmonares são pontos redondos com menos de 3 cm de diâmetro, ou um pouco mais de 2,5 cm.

Visto nos pulmões por radiografias de tórax ou tomografia computadorizada, o nódulo no pulmão  aparecem em cerca de um em 500 raios-X, segundo a Universidade de Rochester.

Nódulos nos pulmões aparecem em até 51% das tomografias de fumantes com mais de 50 anos de idade, afirma o autor Heber MacMahon, MB, da Universidade de Chicago, na edição de novembro de 2005 da “Radiology”. Várias doenças podem causar nódulos pulmonares.

Câncer

Cerca de 40% dos nódulos pulmonares acabam por ser cancerígenos, de acordo com a Universidade de Rochester. O câncer de pulmão pode ser primário, ou seja, o pulmão foi o primeiro lugar que o câncer apareceu, ou secundário, o que significa que o câncer se originou em outro lugar e viajou, ou sofreu metástase, para o pulmão.

Nódulos cancerígenos crescem rapidamente, muitas vezes dobrando de tamanho em menos de quatro meses. Eles também têm formas mais irregulares, superfícies mais ásperas e variações de cor, acrescenta a Universidade de Rochester.

Nódulos maiores são frequentemente mais cancerígenos que nódulos menores. Nódulos pulmonares cancerígenos muitas vezes se formam nos lóbulos superiores do pulmão.

Tumores benignos

Tumor no pulmão pode ser benigno?

Pelo menos 99% de todos os nódulos inferiores a 4 mm são benignos. Os tumores benignos muitas vezes são mais suaves, arredondado e até mesmo da cor dos tumores cancerígenos.

Gorduras no nódulo na maioria das vezes indicam hamartoma, granuloma lipoide ou lipoma, todos tumores benignos. Cistos pulmonares e linfonodos intrapulmonares também podem aparecer como nódulos nos exames pulmonares.

Doenças autoimunes

Várias doenças autoimunes podem causar lesões benignas ou não-cancerígenas nos pulmões. A doença pulmonar granulomatose de Wegener e a artrite do pulmão podem causar sintomas pulmonares, tais como derrame pleural, acumulação de fluido em torno do revestimento dos pulmões e formação de cicatrizes.

Tosse, falta de ar e dor nas articulações também podem ocorrer.

Infecções

As infecções podem causar nódulos pulmonares, mesmo depois que a doença se foi. Tuberculose e infecções fúngicas, como aspergiloma ou histoplasmose, podem causar cicatrizes com nódulos.

Abcessos bacterianos ou uma história de pneumonia ou outra doença pulmonar também podem levar à formação de nódulos. Um conjunto de nódulos em uma área do pulmão frequentemente indica uma doença infecciosa, afirma MacMahon.

Anormalidades vasculares

Doenças ou malformações dos vasos sanguíneos nos pulmões, tais como hemangioma, angioma cavernoso e telangiectasia pulmonar podem causar nódulos pulmonares, segundo o Manual da Merck.

Fontes: Universida de Chicago, Merck Manuals

>> VÍDEO

Deixe um Comentário