Nimesulida: Uso, Indicações e Efeitos (COLATERAIS)

O que é Nimesulida?

A nimesulida é um forte medicamento anti-inflamatório indicado para o tratamento de dor aguda, no tratamento sintomático de osteoartrite (doença dos ossos e cartilagens) e dor devido ao ciclo menstrual em adolescentes e adultos acima de 12 anos de idade.

Devido a preocupações sobre o risco de toxidade ao fígado, a nimesulida foi retirada do mercado em muitos países incluindo os Estados Unidos. Esta droga ainda é amplamente utilizada no Brasil, apesar de algumas marcas terem sido suspendidas pela Anvisa.

Para Que Serve a Nimesulida?

A Nimesulida é comumente receitada para a melhoria de dores agudas no ouvido, garganta ou dente e dor provocada pela menstruação. A Nimesulida gel é usada para alivio da dor de ligamentos, tendões, articulações e músculos provocada por traumatismos.

A Nimesulida deve ser comprada com receita médica devido às indicações clínicas específicas e potenciais efeitos colaterais, especialmente sobre os fígados.

Indicações

Os médicos prescrevem nimesulida para tratar várias condições diferentes. Ele só é indicado quando os benefícios de tomar a medicação superam os possíveis efeitos colaterais. Ela é recomendade frequentemente para o tratamento de osteoartrite, febre, dor nas costas e outras condições inflamatórias dolorosas.

Como a Nimesulida deve ser Administrada

A nimesulida deve ser prescrita por um médico como tratamento de segunda linha nas indicações aprovadas e em conformidade com as recomendações expressas na bula do medicamento.

A dose diária é de 100 mg duas vezes por dia.

A duração máxima do tratamento é de 15 dias e deve ser o mais curto possível. Nimesulida não é indicada em crianças com idade inferior a 12.

Principais Efeitos Colaterais

A nimesulida pode afetar o sistema gastrointestinal, o sistema nervoso central e muitas outras partes do corpo. Este medicamento pertence a uma classe de medicamentos conhecidos como não-esteróides anti-inflamatórios.

Alguns dos efeitos colaterais da nimesulida mais comuns incluem diarreia, vômitos, erupções cutâneas e prurido.

Os pacientes podem experimentar alguns efeitos colaterais gastrointestinais, incluindo náuseas, diarréia e vômito. Cólicas abdominais e desconforto abdominal são outros efeitos colaterais gastrointestinais comuns.

Efeitos colaterais comuns que afetam o sistema nervoso central incluem tonturas, dores de cabeça e sonolência. Sangue na urina, diminuição na frequência de micção e insuficiência renal são os possíveis efeitos colaterais do trato geniturinário.

Contra Indicações

Segundo a bula a nimesulida é contraindicada para uso em pacientes com alergia ao medicamento ou qualquer um dos seus componentes.

Principais casos de contraindicação:

  • broncoespasmo – estreitamento dos brônquios
  • rinite – inflamação da mucosa do nariz, urticária
  • alergia na pele e angioedema
  • úlcera péptica (úlceras no estômago ou intestino) em fase ativa,
  • ulcerações recorrentes
  • distúrbios de coagulação graves
  • insuficiência cardíaca grave
  • mau funcionamento dos rins grave
  • mau funcionamento do fígado

Recomenda-se precaução em pacientes com história de problema de estômago, pressão arterial elevada, retenção de líquidos, idosos, durante a gravidez e aleitamento.

Nimesulida e Dor de Cabeça

Em grande parte do mundo a nimesulida não é permitida para ser utilizada para a dor de cabeça. É uma droga não-esteróide  indicada para a dor inflamatória músculo-esquelético.

Na maioria dos países não é aprovado para uso humano (ex: EUA, Canadá, Grã-Bretanha, Austrália, etc.) ou foi proibido devido ao grave efeito colateral, por vezes fatal no fígado.

Para simples dores de cabeça e enxaqueca, a primeira linha terapêutica é o paracetamol ou aspirina.

Nimesulida e Febre

Em recentes estudos feitos por médicos italianos foi descoberto que a nimesulida foi tão eficaz quanto o paracetamol na redução da febre, dor local e desconforto geral. Portanto este medicamento parece ser tão eficaz como o paracetamol em termos de actividade antipirética (anti febre) e anti-inflamatória.

Nimesulida Uso Pediátrico

A nimesulida não é recomendada para crianças menores de 12 anos.

Com relação ao uso da nimesulida em crianças, foram relatadas algumas reações graves, incluindo raros casos compatíveis com Síndrome de Reye (doença grave que afeta o cérebro e o fígado).

Adolescentes não devem ser tratados com medicamentos que contenham nimesulida caso estejam presentes sintomas de infecção viral (por vírus), pois a nimesulida pode estar associada com a Síndrome de Reye em alguns pacientes.

Como Usar o Medicamento

É recomendado a ingestão da nimesulida no formato de comprimidos após as refeições. Tais como outros anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) é recomendado que este medicamento seja utilizado com a menor dose e duração de tratamentos possíveis.

Consulte sempre um médico antes de iniciar o uso do remédio. Caso os sintomas não sejam reduzidos no prazo de 5 dias, fale com seu médico.

Uso em adultos e crianças acima de 12 anos: a dose mais recomendada corresponde a 50 – 100 mg, ou seja, meio a um comprimido, que deve ser ingerido via oral junto a meio copo de água duas vezes ao dia. Nos casos excepcionais indicados pelo médico pode-se alcançar até 200 mg duas vezes ao dia, que devem ser tomados pelo tempo mais breve possível.

Fontes: Anvisa, Drugs.com

>> VÍDEO

Deixe um Comentário