Herpes na (BOCA)

A herpes na boca (bucal) é uma infecção dos lábios, boca ou gengivas causada pelo vírus Herpes simplex. A doença tem como sintoma pequenas e dolorosas feridas e bolhas e também é chamada de herpes labial. Algumas pessoas pronunciam “erps” na boca.

Causas

A herpes bucal é uma infecção comum da área da boca causada pelo vírus Herpes simplex tipo 1 (HSV-1). De acordo com pesquisas nos Estados Unidos, grande parte da população do país será infectada pelo vírus por volta dos 20 anos.

Depois da primeira infecção, o vírus “dorme” (tornar-se inativo) nos tecidos nervosos no rosto, mas pode “acordar” (se reativar) anos depois e voltar a causar feridas.

O vírus Herpes simplex tipo 2 (HSV-2), na maioria das vezes, provoca herpes genitais. No entanto, o HSV-2 pode ser transmitido para a boca durante o sexo oral, causando herpes oral.

O vírus da herpes se espalha facilmente. Você pode pegá-lo se:

  • Tiver contato pessoal com alguém que está infectado;
  • Tocar em algo que está infectado com o vírus da herpes, como lâminas de barbear, toalhas, pratos e outros itens compartilhados.

Pais podem infectar seus filhos durante atividades diárias normais.

Sintomas

Algumas pessoas ficam com feridas na boca assim que entram em contato com o vírus HSV-1, enquanto outras não têm sintomas. Na maioria das vezes, os sintomas geralmente ocorrem em crianças entre 1 e 5 anos de idade.

Os sintomas podem ser leves ou graves e costumam aparecem de 1 a 3 semanas após o contato com o vírus, podendo durar até 3 semanas.

Os sintomas de aviso da infecção incluem:

  • Coceira dos lábios ou da pele ao redor da boca;
  • Sensação de queimadura perto dos lábios ou área da boca;
  • Formigamento perto dos lábios ou área da boca.
  • Antes de bolhas aparecerem, você pode ter:
  • Garganta inflamada;
  • Febre;
  • Glândulas inchadas;
  • Dor ao engolir.

Bolhas ou uma erupção cutânea pode se formar:

  • Nas gengivas;
  • Nos lábios;
  • Na boca;
  • Na garganta;

Muitas bolhas são chamados de “surto”. Você pode ter:

  • Bolhas vermelhas que quebram e vazam;
  • Pequenas bolhas cheias de líquido amarelado claro;
  • Várias bolhas menores que crescem juntos em uma grande bolha;
  • Uma bolha que fica amarela e dura enquanto se cura, eventualmente se transformando em pele cor de rosa.

Os sintomas podem ser provocados por:

  • Menstruação ou mudanças hormonais;
  • Ficar no sol;
  • Febre;
  • Estresse.

Se os sintomas retornam mais tarde, muitas vezes são menos graves.

Exames e testes

Seu médico pode diagnosticar a herpes oral olhando para a área da sua boca. Por vezes, uma amostra da ferida é retirada e enviada para um laboratório para exame mais detalhado. Os testes podem incluir:

  • Cultura viral;
  • Teste de DNA Viral;
  • Teste Tzanck para verificar a HSV.

Tratamento

Os sintomas podem ir embora por conta própria, sem tratamento em 1 a 2 semanas.

Seu médico pode, também, prescrever medicamentos para combater o vírus. Chamados de medicamentos antivirais, eles podem ajudar a reduzir a dor e fazer com que os sintomas desapareçam mais rápido. Medicamentos utilizados para tratar feridas na boca incluem:

  • Aciclovir;
  • Famciclovir;
  • Valacyclovir.

Esses medicamentos funcionam melhor quando tomados durante os sintomas de aviso, antes das bolhas se desenvolverem. Se você tiver feridas na boca com frequência, pode precisar tomar esses medicamentos o tempo todo.

Pomadas e cremes para a pele também podem ser utilizados como antivirais. No entanto, eles são caros e muitas vezes apenas encurtam o surto de algumas horas a um dia.

Os seguintes passos também podem ajudar a fazer você se sentir melhor:

  • Aplicar gelo ou um pano quente nas feridas para ajudar a aliviar a dor;
  • Lavar as feridas suavemente com água e sabão antisséptico. Isso ajuda a evitar a propagação do vírus para outras áreas do corpo.
  • Evitar bebidas quentes, alimentos picantes, salgados e cítricos.
  • Gargarejar com água fria ou comer picolés.
  • Enxaguar as feridas com água salgada.
  • Tomar um analgésico como o paracetamol (Tylenol).

Prognóstico

A herpes na boca geralmente desaparece sozinha em 1 a 2 semanas. No entanto, ela pode voltar como herpes labial recorrente.

A infecção por herpes pode ser grave e perigoso se:

  • Ela ocorre no ou perto do olho.
  • Você tem um sistema imunológico enfraquecido devido a certas doenças e medicamentos.

Possíveis complicações

A infecção por herpes no olho é uma das principais causas de cegueira ao causar cicatrizes na córnea. Outras complicações da herpes oral podem incluir:

  • Retorno de feridas e bolhas na boca;
  • Propagação do vírus a outras áreas da pele;
  • Infecção bacteriana da pele;
  • Infecção generalizada do corpo, o que pode ser fatal em pessoas que têm um sistema imunológico enfraquecido por dermatite atópica, câncer ou infecção pelo HIV.

Quando entrar em contato com um médico?

Marque uma consulta com seu médico se você tem:

  • Os sintomas que são graves ou que não desaparecem após 2 semanas;
  • Feridas ou bolhas perto de seus olhos;
  • Os sintomas da herpes e um sistema imunológico enfraquecido devido a certas doenças ou medicamentos.

Prevenção

Aqui estão algumas dicas para evitar feridas na boca:

  • Aplicar protetor solar ou protetor labial contendo óxido de zinco para os lábios antes de sair de casa.
  • Aplicar um bálsamo hidratante para evitar que os lábios fiquem muito seco.
  • Evitar o contato direto com feridas de herpes.
  • Lavar itens como toalhas e lençóis em água fervente após cada utilização.
  • Não compartilhar utensílios, canudos, copos ou outros itens com alguém que tem herpes bucal.

Não faça sexo oral se você tem herpes bucal, especialmente se você estiver com feridas e bolhas. Você pode espalhar o vírus para os órgãos genitais. Ambos os vírus (oral e genital) podem, por vezes, ser transmitidos mesmo quando você não tem feridas ou bolhas.

>> VIDEO

Deixe um Comentário