Candidíase (PENIANA)

O que é a candidíase peniana

A candidíase é uma infecção fúngica que pode afetar os órgãos genitais. A infecção genital da candidíase é muito mais comum em mulheres do que homens, mas quando ocorre nos homens afeta a cabeça do pênis (a glande) e o prepúcio (se presente).

A doença também é conhecida como infecção por fungos, “sapinho”, Candida, candidíase e monilíase.

A candidíase masculina não é a mesma coisa que coceira na virilha (micose), que é um outro tipo de infecção fúngica chamada de tinea cruris e causada por diferentes fungos.

Fatos rápidos sobre candidíase

Aqui estão alguns pontos-chave sobre a candidíase masculina:

  • A candidíase afeta os órgãos genitais e é classificada como uma infecção fúngica.
  • Este tipo de infecção é mais comum em mulheres. Quando ela ocorre em homens, pode afetar a cabeça do pênis e o prepúcio (se presente).
  • A doença também é conhecida como infecção por fungos, “sapinho”, Candida, candidíase e monilíase.
  • A candidíase é causada por um fungo de levedura denominado Candida albicans.
  • Os fatores de risco que tornam mais provável a candidíase incluem a utilização de antibióticos, corticosteroides, imunossupressores, ter diabetes, falta de higiene ou o uso de muitos produtos de limpeza.
  • Sexo com um parceiro infetado deve ser evitado até que a infecção seja curada.
  • A Candidíase genital em homens pode se apresentar como uma erupção cutânea no pênis.
  • Outros sintomas podem incluir vermelhidão na pele, inchaço, irritação e coceira ao redor da cabeça do pênis, descarga irregular sob o prepúcio ou dor ao urinar e durante o sexo.
  • Tratamentos antifúngicos orais ou locais podem ser utilizado para tratar a candidíase.
  • A candidíase pode ser prevenida e controlada com uma boa higiene, pois infecções fúngicas prosperam em locais quentes e úmidos.

O que causa a candidíase masculina?

A candidíase é causada por um fungo de levedura chamado Candida albicans. A primeira descrição do micro-organismo por trás da infecção foi feita há mais de 170 anos atrás, em 1839, por um professor universitário de 29 anos de idade chamado Bernhard von Langenbeck. Ele passou a se tornar um dos cirurgiões mais importantes do século XIX.

O Dr. von Langenbeck descreveu as espécies de fungo Candida albicans, que é mais frequentemente encontrado na candidíase, embora outras espécies também possam estar envolvidas na infecção por fungos (Candida glabrata, por exemplo) .

Fungos da Candida são encontrados naturalmente no interior do corpo e na pele, pois todo ser humano é colonizado pelo fungo – mas em níveis que não costumam causar problemas. Há evidências de levedura no pênis em até um quinto dos homens que não têm quaisquer sinais ou sintomas de candidíase.

eBook Grátis Para Quem Tem Candidíase

Descubra como acelerar o combate à candidíase com estes 28 alimentos que você nem sabia que existiam...

A Candida albicans causa problemas apenas sob certas condições, que permitem que ela se desenvolva e cresça para números que resultam em candidíase (quando s células fúngicas produzem hifas, estruturas que penetram na pele).

Nosso sistema imunológico e natural de bactérias normalmente mantém a população fúngica em equilíbro, mas se esse equilíbrio é perturbado, o fungo pode prosperar. Um exemplo disso é comumente visto com bebês recém-nascidos que podem ser afetadas por aftas enquanto desenvolvem uma flora microbiana equilibrada.

Os seguintes fatores de risco ajudam na aparição da candidíase:

  • Antibióticos – o tratamento de uma infecção bacteriana com antibióticos de largo espectro pode causar a prosperação de a fungos porque as bactérias “boas” e “saudáveis” que normalmente mantêm a cândida sob controle também são destruídos junto com a infecção bacteriana nociva (as bactérias “ruins”).
  • Corticosteroides – esses fármacos estão associados com um maior risco de candidíase.
  • Imunossupressores – a imunidade enfraquecida reduz a defesa do organismo contra a cândida e, assim, permite sua proliferação. A infecção pelo HIV é um exemplo de algo que enfraquece a imunidade.
  • Diabetes – esse é um fator de risco porque os níveis de glicose no sangue promovem a fermentação do fundo e afetam as defesas imunológicas.
  • Os homens não circuncidados com falta de higiene – homens que não foram circuncidados têm um espaço escuro, quente e úmido embaixo do prepúcio que é favorável para o crescimento do fundo.
  • A higiene pessoal. Lavar muito o pênis com sabonetes, gel de banho e semelhantes pode irritar o órgão e causa a infecção fúngica, que é mais provável sobre a pele danificada. Não secar cuidadosamente o pênis após a lavagem também é um fator de risco, pois o fungo pode crescer no pênis em ambientes quentes e úmidos.

Os homens podem pegar candidíase de uma parceira do sexo feminino?

Enquanto candidíase genital em homens é geralmente adquirida sexualmente, ela não é classificada como uma infecção sexualmente transmissível (DST ou STD) porque pode estar presente em homens que não estão em um relação sexual.

Homens que têm uma parceira com um infecção genital (denominada candidíase vulvovaginal em mulheres) não precisam procurar tratamento a menos que também tenham sintomas, uma vez que o sexo não implica, necessariamente, na transmissão da infecção fúngica para homens.

É recomendado evitar o sexo desprotegido com um parceiro do sexo feminino até que a infecção da mulher tenha desaparecido após tratamento.

Sinais e sintomas

Homens com candidíase genital podem experimentar uma erupção cutânea no pênis. O

Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra lista as seguintes descrições específicas dos sintomas prováveis da candidíase masculina:

Em torno da cabeça do pênis

  • Pele vermelha;
  • Inchaço;
  • Irritação e dor;
  • Coceira.

No prepúcio

  • Secreção grossa e irregular sobre o prepúcio, produzindo um odor desagradável;
  • Dificuldade para puxar o prepúcio (fimose).

Dores

  • Ao urinar;
  • Durante o sexo.

Testes e diagnóstico

Homens que foram diagnosticados e tratados para candidíase masculina anteriormente podem tentar se auto-tratarem caso tenham os mesmos sintomas novamente. No entanto, se os sintomas piorarem, será necessário consultar um médico.

Se esta é a primeira vez que um homem tem tais sintomas ou não há resposta ao tratamento habitual, é importante consultar um médico pois o diagnóstico profissional poderá descartar problemas alternativos (diagnóstico diferencial) ou subjacentes, tais como diabetes, que predispõem homens para o infecção.

Normalmente, é suficiente para um médico fazer perguntas sobre o problema e examinar o pênis para confirmar um diagnóstico de candidíase. Se o médico não tem certeza do diagnóstico e suspeita que pode haver outra causa para a erupção, ou ainda considera que é um caso grave, ele poderá coletar fluidos ao redor da glande do pênis e sob o prepúcio e enviar essa amostra para um laboratório.

Outro método envolve pressionar uma lâmina contra a área afetada e enviar a pele coleta para avaliação com um microscópio.

É necessário lembrar que há evidências da Candida albicans em até um quinto dos homens que não têm quaisquer sinais ou sintomas de candidíase.

Tratamento e prevenção

O tratamento da candidíase no homem ocorre da mesma forma como é em mulheres (candidíase vulvovaginal), embora os medicamentos para as mulheres estejam disponíveis em diferentes formas, incluindo um creme ou óvulo vaginal. O tratamento é eficaz de 80% a 90 % de cases.

Por isso os homens sempre pergutam: como curar a candidiase masculina?

Para os homens, tratamentos orais ou locais podem ser utilizados. Um exemplo é o medicamento antifúngico fluconazol, que está disponível em farmácias sem a necessidade de receita médica. No caso, um único comprimido de 150 mg é o suficiente.

Outra linha de tratamento disponíveis para os homens é uma classe de antifúngico conhecido como imidazol. Drogas individuais na classe incluem:

  • Clotrimazol (várias marcas disponíveis);
  • Econazole;
  • Cetoconazol (várias marcas);
  • Miconazol (várias marcas).

Os cremes são aplicados topicamente (diretamente sobre a área afetada), normalmente uma vez por dia durante três a sete dias. Se aplicado localmente ou tomado por via oral, ambas as vias de tratamento da toxicodependência são igualmente efetivas.

Um creme conhecido como nistatina, a partir de uma classe diferente de antifúngicos e vendido sob várias marcas, também está disponível para o tratamento tópico, mas é menos eficaz do que o imidazol.

Se você nunca tiver tido sintomas de candidíase antes, é recomendado que você consulte seu médico antes de tratar-se. Homens previamente diagnosticados que tiverem os mesmos sintomas novamente podem tentar tratar o problema antes de ir ao médico (se os sintomas piorarem).

Uma boa higiene

Uma boa higiene impede e ajuda no tratamento da candidíase, já que infecções fúngicas prosperam em locais quentes e úmidos. Em homens com um prepúcio, a falta de higiene debaixo dele pode levar ao acúmulo de uma substância de aparência estranha chamada esmegma, que pode causar irritação.

Siga as seguintes dicas práticas:

  • Ajudar a evitar uma infecção lavando o pênis cuidadosamente com água quente – chuveiro é melhor do que banheira;
  • Evite o uso de géis de banho perfumados ou sabonetes nos órgãos genitais, porque eles podem causar irritação;
  • Depois de lavar, seque o pênis cuidadosamente para privar o fungo das condições de umidade que o ajudam a prosperar;
  • Usar cuecas de algodão largas para ajudar a manter a pele e o pênis seco e fresco

Leia Também:

>> VIDEO

38 Comentários

    • Sofri com isso desde meus 13 anos de idade e Já li diversos fóruns dizendo para usar várias coisas e nunca adiantava, a pele coçava, ficava inchada e até saia água.
      Consegui tratar apenas lavando com água e aplicando talco granado de polvilho. Pelo que fiquei sabendo a candidíase é uma reação natural do corpo e não uma doença em si, então eu acho que passar pomadas e cremes irá impedir a pele de “respirar”. As rachaduras começam a cair sozinhas, igual casquinhas de feridas cicatrizadas sabe?Depois do terceiro dia o meu pênis sarou completamente e eu comecei a usar sabonete Johnson Baby Glicerinado, aí o problema desapareceu =)

  • há umas semanas vi que meu pênis estava meio irritado dai foi só aumentando, a princípio fiquei muito preocupado, pesquisei na internet e vi que estava com candidíase peniana, pois eu apresento todos os sintomas , eu já usei uma pomada ( candicot ) que n surtiu efeito, tbm tomei fluconazol que tbm n surtiu efeito e dps de 3 dias repeti a dose e estou até hoje esperando resultados (faz uma semana). n sei mais oque fazer para me curar, eu lavo com sanete de bb, seco bem e continuo usando a pomada, mas ainda doi quando abro o prepúcio e fica uma especie de “creme branco” nela. oque devo fazer?

    • Cara, Candidíase é a proliferação de fungos, pode ser causadas por tais motivos: 1° problema emocional ” estresses, ansiedade. 2° má alimentação ” alimentos gordurosos, refrigerantes, excesso de açúcar, ou se sua companheira estiver com, ela pode passar para você. a alguns meses atras sofri para me curar. minha dica é: melhore a alimentação, beba bastante água, faça uma boa higienização do local, mantenha o local arejado kkk eu evitei usar cueca, e para concluir o tratamento, usei uma pomada chamada ”Cimecort” ela tem uma caixa amarela, super barato menos de R$ 5,00 vai na Fé que funciona. pode esquecer essas outras pomadas caras que os dermatologistas indicam, use essa ”Cimecort” que em 2 dias terá 30% do problema solucionado, use ela durante uns 20 dias, quando chegar no 10 dia consecutivo comece a alterna 1 dia sim ou não.

      • Victor vc pegou essa maldita candida de alguma mulher ou foi do seu propio corpo veio aparecendo,eu estou com este problema tem um mes tomo fluconazol e uso pomada novacort mas vai sumindo aparece outros ferimentos nn some total a sua curou cmo so desse geito amigo? eu fui no medico ele flou q era candida e me passou esses medicamentos, eu peguei isso de uma garota infectada dps de uns dia começou a dar esse problema!

        • O meu o medico passou Fluconazol 150mg tomar 1 capsula dose única, depois de 1 semana tomar outra, +Ciprofloxacina 500mg 1 capsula dose única e azitromicina 500 mg tomar 2 caps tbm dose única. o ruim é que não pode beber durante 2 semanas

    • Oh tava usando pomada micozonal ai eu passei durante 1 semana ele saia tipo uma casca de machucado so q o q faz mais efeito é cetoconazol que em 5 dias ajuda bastante é mais rapido

    • Lave com sabonete glicerina da marca Granado. Depois lave com água boricada e soro fisiológico. Seque com gaze esterelizado. Passe uma fina camada de creme clotrimazol da Bayer no local. Deixe agir até secar por 10 minutos à frente de um ventilador. E só depois do creme seco pode puxar o prepúcio e colocar roupa. Estou tomando cetoconazol 200mg um ao dia. Demora 10 dias para sarar e pode voltar com 1 dia. Esse fungo é uma praga.

  • Acho que dessa vez fiquei bom. Acho pq faço meu novo tratamento só há uma semana e meio. Estou usando POLVILHO GRANADA. Troquei meu café da amnha, super saudável por um yorgute às 5 da manhã, ao acordar e coalhada duas, três horas depois. No final da manhã, uma hora antes do almoço, outro yorgute, e mais se tivesse vontade, ao longo do dia, qdo sentia fome. O POLVILHO GRANADA eu passava após o banho, de manhã e enrolava o pênis com papel higiênico (depois caia), procurando deixar, na medida do possível, a pele do pênis retraída. Meu pênis estava sempre branco. Jogava polvilho com força. Fora à redução das massas, minha dieta continuou normal e, meus cuidados com as roupas tbm. Qdo dava ( moro em apartamento) colocava no sol.

  • Bom dia, estou passando por esse problema, minha primeira vez.
    Notei um dia que apareceu uma bolinha vermelha na “cabeça” do pênis, logo ela virou uma feridinha. Após essa, notei abaixo do prepúcio mais umas 3 ou 4 bolinhas que cresceram e viraram outras feridinhas, que doem quando eu puxo o prepúcio.
    tomei fluconazol e estou passando candicort, porém, só sarou a feridinha da “cabeça”, as outras, parece que umas curaram e vieram outras em seguida. O que fazer?

  • Mimha imunidade sempre foi baixa devido eu não ser muito atento a alimentação(sim eu esqueço de comer, deixo pra comer depois…mas não é bulimia eu malho e tento comer certinho blz?) Pra piorar eu não gosto de coisas saudáveis como folhas cebola e alho. Ja tenhei alho em capsulas mas o arroto quase me fazia vomitar.

    Bem, eu tive uma infecção dessas a 5 anos e tratei blz, sarou.
    De vez em quando saia alguma erupção eu mandava Cetocort e sarava da noite pro dia. Só que dessa vez que saio eu usei uma pomada errada por engano, bacitrina e neomicina eu acho…aí a coisa desandou, a ferida não sumiu, e após 3 dias aumentou e já passou a arder com água. Fiz um teste com uma pomada para afta, pareceu que ia ser bom mas piorou mais.
    Só então percebi que que tinha usado a pomada errada no início. Agora estou usando a pomada certa, porem ainda está com muita ardencia e muito sensível, difícil até trocar a pomada com papel higiênico já que água e sabão nem pensar!
    Nas primeiras aplicações da Cetocort a pomada ficou verde, grossa e fétida. Fiquei contente com a reação já que isso me pareceu morte dos fungos. Agora essa reação já está acontecendo apenas em alguns locais isolados e pequenos. A pele lesionada começa a renascer em alguns locais. Faz umas 24h que to usando a pomada correta, a pomada errada eu usei 3 dias:(
    To conferindo a pomada a cada 2h e onde apresenta cor verde eu limpo com papel higiênico e aplico novamente.
    Mudei de sabonete corporal, comprei Protex. A glande eu lavo com vagisil ou outro sabonete íntimo feminino (não acha masculino e quando acha resseca e arde) faz 5 anos já que não lavo a glande com sabonete comum.
    Há alguma dica dd profissional ou quem já passou por isso possa me dar? Agora esperar progresso em quanto tempo?
    Deixar a glande exposta ajuda secar as feridas ou é melhor manter fechada com a pomada?

  • Estou com esse problema há 01 ano. Já usei fluconazol, pomadas indicadas pelo urologista tais como fungirox (e outras mais) mas mesmo assim o problema persiste. Já desisti de ir ao urologista porque ele sempre minimiza o problema, passa alguma pomada diferente, consigo uma melhora, mas depois que eu tenho relação sexual… lá vem a ardência e vermelhidão. Parece que vai pegar fogo… não posso nem jogar água. Isso já começou a me impactar psicologicamente e eu que outrora era um avassalador, hoje estou com medo de chegar perto de mulher.
    Vou tentar algumas alternativas que deram certo com alguns internautas aqui, mas realmente estou desesperado para resolver esse problema. O pior de tudo é que tenho uma alimentação saudável, consumo pouco Acucar, pouco carboidrato, não bebo refrigerante mas mesmo assim não vejo melhora. É só eu tranzar que o problema reaparece. Não tenho múltiplas parceiras, não faço nenhuma estripulia.
    Me ajudem pelo amor de Deus.

    • Não sei se ainda está com o problema, mas espero ajudar. Eu fiquei 6 meses com candidíase adormecida, eu achava que era apenas assadura e fui passando creme de assadura. Resolvi ir no médico, bendita candidíase. Alguns testes medicamentosos e o programa que deu certo: 2 cetoconazol por dia + 2 fluconazol uma vez por semana (totalizando 4 semanas) e 2 aplicações de cetoconazol + betametasona por dia. Fechou um mês e estava tudo maravilhoso! Só que o médico não me alertou pra seguir passando a pomada pro fungo não voltar. 3 meses depois, começou novamente. Voltei no médico e passou outro cronograma que não deu certo. Resumindo, estou conseguindo melhora com o mesmo tratamento MAS ele está mais lento. Então, resolvi testar isso aqui: mandei manipular ácido bórico em creme 3% e em 3 dias já está MUITO melhor. Faço o mesmo cronograma mas ao invés de 2 passadas de cetoconazol + betametasona, faço uma de manhã e a noite passo ácido bórico. 🙂 IMPORTANTÍSSIMO: Segue pelo menos UM MÊS passando o creme depois que sumiu totalmente qualquer vestígio visível do fungo. Passa na mesma área mesmo que não tenha nada. Se puder fazer mais, faça. Consulte novamente depois que sumir tudo pra ver se existe algum exame pra fazer, eu vou ir no particular ver isso porque os do sus nem me olharam direito.
      O médico mandou fazer tratamento de 1 fluconazol por semana por 6 meses, mas estava lento demais (foi ai que comecei a usar o mesmo tratamento). Vou fazer os 6 meses com 2. O cetoconazol vou fechar 1 mês tomando e parar.
      Ah, e eu lavo com sabonete de glicerina as 2 vezes antes de passar os cremes. 😉

  • ola boa tarde amigos olha sofri com essa infernal doença por 3 anos ja tinha tratado com diversas medicações pois por ultimo o urologista falou que agora so podia fazer a cirurgia e mesmo assim depois de retirar toda pele envolta do pênis ele não garantia sucesso ai foi quando parti para eu mesmo investigar o problema comecei por cortar açúcar e carboidrato e comecei a tomar água
    alcalina graças a Deus tudo esta se resolvendo quem interessar na receita que adotei deixa seu email aqui que mando tudo direitinho como fiz

  • Pior eh qdo um urologista veio de guerra ainda erra no diagnostico dizendo q eh uma dst q nem vem ao caso dizer.

    Candidiase = balanite = balanopostite

    Ha 5 anos fui em 3 urologistas: o primeiro errou como citei acima; o segundo nao quis me receitar nada e ker me operar (excesso de pele) mas vai q opero e num resolve? Eu hein… E o terceiro nao quis nem me ouvir, encerrou a consulta dizendo q eu nao tinha nada. Vou tentar uma urologista feminina agora, pois voltou. Em ambas situacoes passei por stress violento. Ta foda

    • É verdade amigo, os urologistas não gostam de o paciente ir diversas vezes com o mesmo assunto não. isso aconteceu comigo, estou com essa dificuldade e ele passou um medicamento e a melhora foi pouca, e retornei e ele falou que a medicação era a que ele passou, ou seja deu a entender que ele não podia fazer mais nada. no meu caso coça muito, arde tem fisgada. agora vou procurar um infectologista pra tentar resolver esse problema e descobrir se é uma DST.

  • eu n apresento todos os sintomas apenas vermelhidao e as vezes coceira quais cuidados dvo tomar para evitar a proliferação , ja tomei remedio algumas vezes mas n segui um tratamento continuo

  • Vacilei na higiene do negócio por 3 dias deixando de lavar no banho , e agora estou pagando o preço, meu pinto está completamente irritado e vermelho e o Doutor já deu a ideia de que é proliferação fúngica , me passou fluconazol ( 1 a cada 3 dias ) , e falou para lavar duas vezes por dia trocando a pomada que também passou , uma tal de quadriderme , isso por duas semanas .

  • Olá pessoal. Também tive essa praga no pênis. Depois de passar por 3 urolgistas e 1 dermatologista, que nada resolveram, procurei um clínico geral que indicou a medicação correta. Fiquei muito assustado e preocupado, pois meu pênis chegou a sangrar, mas felizmente eliminei a candidíase. Espero não ter novamente. A receita é a seguinte: QUINOFLOX (antibiótico) 500 mg 1 vez por dia, junto com pomada (na verdade um creme) CANDCORT, 2 ou mais vezes por dia. Para quem tem prepúcio é preciso deixar a glande exposta durante algumas horas. (prenda com durex, fita crepe ou algo parecido que não machuque o prepúcio). Deixe a pomada secar e depois solte o prepúcio. Isso não é necessário para quem é circuncidado, fez postectomia ou não tem prepúcio. O tratamento dura 1 semana, no mínimo. Foi assim que me curei. Espero ter ajudado quem também está com esse problema. Abraço.

  • Esqueci de dizer: mantenha o pênis sempre seco e limpo, pois a umidade favorece a proliferação dos fungos. Quando for urinar, enxugue suavemente com papel higiênico fino ou gase própria. Durma sem cueca, de preferência e se possível, com a glande exposta, para arejar bastante o local.

  • Olá pessoal. Também tive essa praga no pênis. Depois de passar por 3 urolgistas e 1 dermatologista, que nada resolveram, procurei um clínico geral que indicou a medicação correta. Fiquei muito assustado e preocupado, pois meu pênis chegou a sangrar, mas felizmente eliminei a candidíase. Espero não ter novamente. A receita é a seguinte: QUINOFLOX (antibiótico) 500 mg 1 vez por dia, junto com pomada (na verdade um creme) CANDCORT, 2 ou mais vezes por dia. Para quem tem prepúcio é preciso deixar a glande exposta durante algumas horas. (prenda com durex, fita crepe ou algo parecido que não machuque o prepúcio). Deixe a pomada secar e depois solte o prepúcio. Isso não é necessário para quem é circuncidado, fez postectomia ou não tem prepúcio. O tratamento dura 1 semana, no mínimo. Durante o tratamento, mantenha o pênis sempre seco. Quando for urnar, seque com papel higiênico macio ou gase. Se possível, durma sem cueca e/ou com a glande exposta. Foi assim que me curei. Espero ter ajudado quem também está com esse problema. Abraço.

  • Entao meus queridos…. estou com uma situaçao parecida com a de voces. Minha glande e tampada pela pele… e fica umida a regiao. Parece que a pele fica meio fragil e quando tenho relaçao sexual.. fica bem vermelho e irritado. Estou começando um namoro e minha parceira veio me reclamar de infeccçao urinaria.. 10 dias apos uma relaçao sexual sem preservativo. Amanha irei ao urologista… Tirando os momentos de relaçao sexual… nao fica vermelho… nao coça. Mas se deixar sem higiene.. ou usar cueca de poliester.. o bixo pega. Sera que isso pode ser candidiase?

Deixe um Comentário