Candidíase Feminina (O QUE É?)

O que é candidíase feminina?

Candidíase vaginal é uma condição comum causada por uma infecção por fungos na área da vagina e arredores. A infecção é normalmente pela Candida albicans, mas também é conhecido como cândida ou candidíase vulvovaginal.

A Candida vive sem causar danos na pele, na boca, intestinos e vagina e é normalmente mantida sob controle por bactérias inofensivas. Mas, às vezes, as condições mudam e os fungos aumentam rapidamente, causando sintomas de corrimento e irritação.

Quem pode ter candidíase?

A maioria das mulheres terão candidíase em algum momento de sua vida, mas é mais comum em mulheres entre trinta e quarenta anos, e aquelas que estão grávidas.

Não está claro por que algumas mulheres são mais propensas a candidíase do que outras. Diabetes e condições médicas que causam problemas com o sistema imunológico do corpo aumentam a probabilidade da sua ocorrência.

Outros potenciais gatilhos incluem:

  • Usar roupas apertadas – isso impede a ventilação natural
  • Tomar antibióticos – cerca de 30% das mulheres têm candidíase por causa disso
  • Uso de produtos que irritam a vagina, como duchas vaginais
  • Fazer quimioterapia

Há pouca evidência de que o uso de lenços higiênicos ou absorventes internos seja um fator de risco para o desenvolvimento de candidíase.

Embora não seja normalmente considerada como uma doença sexualmente transmissível, a candidíase às vezes pode ser passada para o seu parceiro após o sexo vaginal, oral ou anal, durante as preliminares ou através do compartilhamento de brinquedos sexuais.

Mini-Curso Grátis:
Fórmula 5 Passos Para Eliminar a Candidíase

Descubra eliminar a candidíase em 5 Passos mesmo que você tenha tentado de tudo...

Quais são os sintomas da candidíase?

Algumas mulheres com candidíase não terão quaisquer sinais ou sintomas, e podem ficar completamente inconscientes da doença. Ela pode ser detectada com um papa nicolau.

Nas mulheres, os sintomas típicos incluem:

  • prurido vulvar, dor e irritação
  • vermelhidão da vagina e da vulva
  • corrimento vaginal, muitas vezes branco (como queijo cottage), pode ser grosso ou fino, mas é geralmente inodoro
  • dor ou desconforto durante a relação sexual ou ao urinar.

Nos homens, os sintomas podem ser menos perceptíveis do que em mulheres, mas incluem:

  • desconforto, ardor ou coceira na ponta do pênis ou sob o prepúcio
  • manchas de vermelhidão no pênis ou sob o prepúcio
  • corrimento fino ou grosso, como queijo cottage, sob o prepúcio
  • desconforto ao urinar.

Como a candidíase é diagnosticada?

Esta não é uma condição que você deve diagnosticar a si mesmo – consulte o seu médico se acha que está com sintomas de candidíase. Seu médico irá verificar seus sintomas e, se não tiver certeza, fará um teste simples para confirmar o diagnóstico.

Este é um procedimento simples e indolor que envolve o uso de um cotonete de algodão para recolher uma amostra de células a partir da vagina ou pênis. O cotonete é, então, enviado para o laboratório local para análise.

O teste também irá mostrar se os sintomas são causados por outras condições comuns, tais como vaginose bacteriana ou tricomonas.

A maioria dos médicos irá tratar a candidíase sem exame, pois os sintomas de candidíase são geralmente óbvios.

A candidíase não é vista como uma infecção sexualmente transmissível, então seu parceiro não vai precisar ser testado ou tratado, a menos que ele ou ela também tenha sintomas.

Como a candidíase é tratada?

Se os sintomas forem leves, o médico normalmente recomendará um tratamento curto de medicamento antifúngico, geralmente de um a três dias. Se os sintomas forem mais graves, o tratamento será mais longo.

Uma variedade de opções de tratamento está disponível, incluindo comprimidos por via oral, óvulos para inserir na vagina ou cremes.

O seu médico pode prescrever esses tratamentos e você também pode comprá-los na farmácia sem receita.

Comprimidos

O tratamento antifúngico de comprimido é tipicamente fluconazol. Ele pode ser extremamente eficaz, e um comprimido tomado uma vez pode ser o suficiente para curar um episódio de candidíase.

Ocasionalmente, ele causa efeitos colaterais, tais como náuseas e vômitos, diarreia ou prisão de ventre e inchaço. Mulheres grávidas ou lactantes não são geralmente prescritos tratamentos antifúngicos de comprimido por causa da possibilidade teórica de afetar o bebê.

Óvulos

Óvulos intravaginais não causam tantos efeitos colaterais como tratamentos com comprimido, mas podem ser uns pouco estranhos e confusos em relação a seu uso, podendo causar irritação local e danificar preservativos de látex e diafragmas.

Os medicamentos clotrimazol, econazole e miconazol vêm em forma de óvulo.

Se estiver grávida, não use o aplicador para inserir o óvulo, pois há um risco de causar prejuízo ao colo do útero. Em vez disso, insira o óvulo com a mão.

Cremes

Os cremes podem ser utilizados junto ao tratamento de óvulo ou comprimido se houver vermelhidão localizada e dor ao redor da vagina e da vulva.

Quando devo voltar e ver o meu médico?

Não use os produtos que você pode comprar sem receita a longo prazo sem procurar aconselhamento médico. Se os sintomas não melhorarem dentro de 14 dias, consulte o seu médico.

Sempre vá ao médico se:

  • Os sintomas voltarem
  • Você é uma adolescente ou tem mais de 60
  • Você está grávida
  • Você já sofreu de uma infecção sexualmente transmissível.

Candidiase e menstruação

Os sintomas que devem sempre ser verificados sem demora incluem sangramento anormal menstrual, dor abdominal inferior, corrimento ensanguentado e úlceras ou bolhas vaginais.

E se a candidíase continuar voltando?

Tratamentos de curta duração de medicamento antifúngico não funcionam para uma em cada cinco mulheres. Seu médico vai considerar o tratamento falho se os seus sintomas não desaparecerem de 7 a 14 dias.

Se isso acontecer, o seu médico pode recomendar que você tome uma “dose de manutenção” regular de tratamento antifúngico. Estudos recentes mostram que essa estratégia pode ajudar significativamente a reduzir a recorrência de candidíase.

Tomar um comprimido de fluconazol uma vez por semana parece ser eficaz na prevenção do retorno da candidíase.

O que posso fazer para evitar candidíase?

Além da utilização de medicamentos antifúngicos, há uma série de coisas que você pode fazer para ajudar a aliviar candidíase.

  • Lave sua área vaginal com sabão não perfumado e água, ou apenas água. Evite o uso de sabonetes altamente perfumados, géis de banho, desodorantes vaginais ou duchas.
  • Evite o uso de preservativos de látex, cremes espermicidas e lubrificantes se eles causam irritação. Em vez disso, tente usar preservativos antialérgicos.
  • Evite usar roupas apertadas feitas de fibras artificiais, como nylon.
  • Sempre que possível, use calcinha de algodão e roupas largas em vez de apertadas.

Algumas mulheres que sofrem regularmente de candidíase vaginal usam iogurte vivo – como um creme ou em um absorvente interno – para ajudar a tratar a candidíase.

Embora não haja nenhuma evidência médica firme que este tipo de tratamento é eficaz, não há nenhuma razão para acreditar que não é seguro e muitas mulheres relatam alívio significativo de sintomas.

>>VÍDEO

==> Clique aqui: Viver Sem Candidíase

Deixe um Comentário

Mini-Curso GRÁTIS > 5 Passos Para a Eliminar a Candidíase
x