Candidíase Feminina (TRATAMENTO CASEIRO)

Não trate sozinha uma candidíase vaginal se você:

  • Está grávida
  • Não tem certeza de seus sintomas são causados por uma candidíase vaginal. Se você nunca foi diagnosticada com uma candidíase vaginal, consulte seu médico antes de tratá-la com um creme antifúngico sem receita. Às vezes, as mulheres pensam que têm uma candidíase vaginal quando os sintomas são causados por uma condição diferente, como a vaginose bacteriana ou uma infecção sexualmente transmissível (DST).
  • For exposta a uma infecção sexualmente transmissível (DST), o que exigiria um exame médico.
  • Está tendo uma infecção recorrente.

Usando a medicina sem receita

Ao usar um medicamento vaginal sem receita para uma candidíase vaginal, siga as instruções na bula, bem como estas orientações:

  • Use absorvente externo em vez de interno enquanto estiver usando medicamentos vaginais sem receita médica. O interno pode absorver o medicamento.
  • Evite o uso de sabão para limpar a área vaginal – use apenas água.
  • Se a relação sexual estiver dolorosa, evite-a. Caso contrário, use um gel lubrificante solúvel em água para reduzir a irritação. O óleo em cremes antifúngicos ou supositórios podem enfraquecer o látex. Isso significa que os preservativos e diafragmas podem quebrar, e você não pode estar desprotegida contra DST ou gravidez.
  • Se a área genital estiver inchada ou dolorosa, sentar em uma bacia com água morna pode ajudar. Ou, em vez disso, você pode tentar colocar um pano frio e úmido sobre a área. Não esfregue para tentar aliviar a coceira.

Relate seus sintomas ao médico se:

  • Você não tem certeza de que está com candidíase vaginal.
  • Tratar-se sozinha não funcionou após um ciclo completo de terapia.

Remédios Caseiros

Apesar da eficácia dos medicamentos vendidos em farmácias para infecções fúngicas, algumas pessoas preferem tratar suas doenças com remédios naturais.

Para infecções fúngicas, terapias naturais incluem:

  • Yogute & probióticos
  • Ácido bórico
  • Alho
  • Óleo da árvore do chá
  • Ducha (especialmente com vinagre)

Embora alguns depoimentos positivos podem ser encontrados na Internet, a maioria dos remédios naturais para infecções fúngicas não são (ainda) apoiados por estudos clínicos rigorosos.

Coisas a considerar

O risco do auto tratamento é que os sintomas podem ser causados por um tipo de infecção vaginal diferente de uma candidíase vaginal, tais como vaginose bacteriana ou uma infecção sexualmente transmissível (DST). Se você tem dor pélvica ou febre, consulte um médico.

Se você estiver grávida, é importante ser avaliada para os sintomas vaginais. Algumas infecções vaginais, como a vaginose bacteriana, gonorreia ou clamídia, podem aumentar o risco de complicações durante a gravidez.

Mini-Curso Grátis:
Fórmula 5 Passos Para Eliminar a Candidíase

Descubra eliminar a candidíase em 5 Passos mesmo que você tenha tentado de tudo...

Se você tem fatores de risco para uma DST, discuta seus sintomas com o seu médico antes de usar um medicamento sem receita. Fatores de risco para uma DST incluem ter relações sexuais sem preservativo ou ter mais de um parceiro sexual.

Converse com seu médico antes de tentar métodos de tratamento caseiros não comprovados, tais como a aplicação de óleo da melaleuca na vagina, ou tomar suplementos de alho.

Estes tratamentos não foram bem estudados ainda e podem até causar outros problemas, tais como reações alérgicas, em algumas mulheres. Ducha íntima não é recomendada, porque pode piorar algumas infecções.

>>VÍDEO

==> Clique aqui: Viver Sem Candidíase

Deixe um Comentário

Mini-Curso GRÁTIS > 5 Passos Para a Eliminar a Candidíase
x