Candidíase Cutânea: Sintomas & (TRATAMENTO)

Diferentes tipos de bactérias e fungos vivem e crescem em sua pele. A maioria deles não são perigosos e seu corpo requer a maior parte deles para realizar funções normais. No entanto, alguns podem causar infecções quando começam a se multiplicar incontrolavelmente.

O fungo Candida é um desses organismos potencialmente prejudiciais. Quando o excesso de Candida se desenvolve na pele, uma infecção pode ocorrer. Esta condição é conhecida como candidíase da pele, ou candidíase cutânea.

Candidíase da pele muitas vezes provoca uma erupção vermelha com coceira, normalmente afetando as dobras da pele. Esta erupção cutânea também pode se espalhar para outras áreas do corpo. Embora os sintomas são frequentemente incômodos, eles geralmente podem ser tratados com melhor higiene e cremes antifúngicos ou pós.

Sintomas

O principal sintoma de candidíase da pele é a erupção cutânea. A erupção muitas vezes causa vermelhidão e coceira intensa. Em alguns casos, a infecção pode causar sensibilidade e rachaduras na pele. Bolhas e espinhas podem aparecer.

A erupção cutânea pode afetar várias partes do corpo, mas é mais provável de desenvolver-se nas dobras da pele. Isso inclui áreas nas axilas, na virilha, entre os dedos e sob os seios. A Candida também pode causar infecções nas unhas, bordas das unhas e cantos da boca.

Outras condições que podem se assemelhar a candidíase da pele incluem:

  • Micose
  • Urticária
  • Herpes
  • Condições de pele relacionadas com diabetes
  • Dermatite de contato
  • Dermatite seborreica
  • Eczema
  • Psoríase

Causas

Candidíase da pele se desenvolve quando a pele fica infectada com Candida. Uma infecção pode ocorrer quando este tipo de fungo começa a se multiplicar incontrolavelmente devido a:

  • Tempo quente
  • Roupa apertada
  • Falta de higiene
  • Trocas pouco frequentes na roupa íntima
  • Obesidade

Os fungos de Candida prosperam e crescem em áreas quentes e úmidas. É por isso que a condição muitas vezes afeta áreas onde há dobras da pele.

eBook Grátis Para Quem Tem Candidíase

Descubra como acelerar o combate à candidíase com estes 28 alimentos que você nem sabia que existiam...

Bebês também podem desenvolver candidíase da pele, especialmente nas nádegas. Fraldas tendem a fornecer um ambiente ideal para Candida.

Candidíase da pele geralmente não é contagiosa. No entanto, as pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos podem desenvolver a condição após tocar a pele de uma pessoa infectada. Aqueles com sistema imunológico comprometido também são mais propensos a desenvolver uma infecção grave como resultado da candidíase.

Diagnóstico

Seu médico provavelmente será capaz de fazer um diagnóstico simplesmente por realizar um exame físico. Durante o exame, ele irá inspecionar o local de sua erupção cutânea e a aparência de sua pele.

Seu médico também pode querer realizar uma coleta de amostra da sua pele antes de fazer um diagnóstico de candidíase. Durante uma coleta, o seu médico vai esfregar um cotonete sobre a área afetada e recolher uma amostra de pele. A amostra será então enviada para um laboratório para ser testado para a presença de Candida.

Tratamento

Candidíase da pele geralmente pode ser prevenida com remédios caseiros, o mais importante deles é a higiene adequada. Lavar a pele regularmente e secá-la completamente pode evitar que a pele se torne muito úmida. Isso é vital para conter possíveis infecções de Candida.

Há muitas mudanças de estilo de vida que você pode fazer para prevenir e tratar uma infecção por candidíase.

Dicas úteis

  • Troque rapidamente de roupas úmidas, como roupas de banho ou roupas de treino suadas.
  • Troque suas meias e roupas de baixo regularmente.
  • Use roupas soltas.
  • Use sabão suave e sem cheiro nas áreas afetadas.
  • Adicione probióticos à sua dieta.
  • Reduzir a quantidade de açúcar em sua dieta.

Os níveis anormais de açúcar no sangue podem contribuir para o desenvolvimento de infecções por Candida, manter o seu nível de açúcar no sangue sob controle também pode ajudar a aliviar os sintomas. Você pode ser capaz de diminuir o açúcar no sangue reduzindo a quantidade de açúcar em sua dieta e exercitando por 30 minutos, três vezes por semana.

Se você tem diabetes, é importante continuar seguindo as instruções do seu médico, pois você pode precisar começar a receber medicamentos orais ou aumentar a quantidade de insulina.

Em casos graves ou persistentes de candidíase, o seu médico pode recomendar a utilização de um creme antifúngico ou pó que pode ser aplicado à sua pele.

Cremes antifúngicos de balcão que são frequentemente recomendados incluem

  • Clotrimazol
  • Miconazol
  • Tioconazol
    Este tipo de tratamento pode matar a Candida e reduzir a propagação da infecção.

Seu médico pode prescrever um creme antifúngico, como nistatina ou cetoconazol, se o tratamento farmacêutico não for eficaz e se a infecção já se espalhou para áreas dentro do seu corpo, como a sua garganta ou boca, você pode precisar tomar um antifúngico oral para se livrar dele.

Candidíase cutânea em bebês

Candidíase cutânea é comum em bebês e crianças. A candidíase causada pelo uso da fralda é uma das infecções mais frequentes nos bebês. Esta erupção é tipicamente vermelha com uma borda bem definida, e normalmente dura mais de três dias. O tratamento inclui a troca frequente de fralda do bebê e permitir que eles usem roupas soltas na parte superior da fralda. A nistatina antifúngica pode ser prescrita.

Sapinho é outra ocorrência comum em recém-nascidos e crianças com menos de 6 meses de idade. Os sintomas podem incluir pele rachada nos cantos da boca e manchas esbranquiçadas nos lábios, língua ou dentro das bochechas. O seu médico pode prescrever uma medicação antifúngica que é aplicada à boca da criança várias vezes ao dia.

Se a infecção por candidíase for deixada sem tratamento, ela pode entrar na corrente sanguínea e se espalhar. Consulte o seu médico se acreditar que o seu bebê tem candidíase.

Candidíase cutânea em crianças

Embora as crianças saudáveis ​​tenham forte sistema imunológico, um estudo de 2010 descobriu que a taxa de infecções fúngicas entre as crianças está aumentando. Às vezes, as crianças desenvolvem infecções por candidíase após receberem antibióticos que tratam outra condição. Crianças que costumam colocar a mão na boca podem ser propensas a desenvolver infecções de candidíase ao redor das unhas.

Se o seu filho tem 9 meses ou mais e tem sapinho ou infecções de pele constantemente, a causa pode ser mais grave, como o HIV ou outro problema com o sistema imunológico. Crianças mais velhas com infecções cutâneas frequentes ou graves também devem ser testadas para diabetes.

Qual é a perspectiva para alguém com candidíase da pele?

Candidíase da pele costuma desaparecer com o tratamento, e a maioria das pessoas faz uma recuperação completa sem complicações. Se tratado, a candidíase normalmente se resolve dentro de uma a duas semanas. Sem tratamento de prescrição, a recuperação pode levar de alguns dias a algumas semanas, dependendo da gravidade da infecção.

Mesmo com o tratamento, é possível que a infecção volte no futuro. Pessoas com sistemas imunológicos comprometidos, especialmente pessoas que estão em tratamento quimioterápico e pessoas com HIV ou AIDS, correm um risco muito maior de infecções de Candida graves ou com risco de vida. Se estiver a ser submetido a quimioterapia ou tiver HIV ou AIDS e desenvolver dor de garganta grave, dores de cabeça ou febres altas, consulte o seu médico imediatamente.

>> VÍDEO

Deixe um Comentário