9 Super Alimentos Que Aumentam a (IMUNIDADE)

É preciso mais do que uma maçã por dia para ficar longe do médico. Comer alguns alimentos surpreendentes vai aumentar a imunidade do seu corpo e evitar doenças que atacam o sistema imunológico.

Você pode garantir que seu corpo e sua a imunidade funcionem sem problemas ao se alimentar em abundância de porções coloridas de frutas e vegetais, além de 8 a 10 copos de água por dia, no mínimo.

Os seguintes alimentos podem adicionar armas extras de combate a doenças e aumentar sua imunidade.

1. Iogurte

iogurte com morango

Probióticos, ou “culturas ativas vivas” encontradas no iogurte, são bactérias saudáveis que mantêm o intestino e o trato intestinal livre de germes causadores de doenças.

Embora eles estejam disponíveis em forma de suplemento, um estudo da Universidade de Viena, na Áustria, mostra que uma dose de 200 ml diária de iogurte foi tão eficaz em aumentar a imunidade quanto pílulas.

Em um estudo sueco de 80 dias com 181 empregados da fábrica, aqueles que beberam um suplemento diário de Lactobacillus reuteri – um probiótico específico que parece estimular as células brancas do sangue -tiveram 33% menos dias de afastamento por doença do que aqueles que receberam um placebo.

Qualquer iogurte com “culturas ativas vivas” contém bactérias benéficas.

A dose ideal: Duas porções de 177ml por dia.

2. Aveia e cevada

aveia no pote

Estes grãos contêm beta-glucana, um tipo de fibra com capacidade antimicrobiana e antioxidante mais potente do que a equinácea, segundo um estudo norueguês.

Quando os animais comem este composto, eles ficam menos propensos a contrair gripe, herpes, e até mesmo antraz; em humanos, aumenta a imunidade, a velocidade de cicatrização de feridas e pode ajudar antibióticos a funcionarem melhor.

A dose ideal: Pelo menos um em suas três porções diárias de grãos integrais.

3. Alho

alho na mesa

Este potente parente da cebola contém a substância ativa alicina, que combate infecções e bactérias. Pesquisadores britânicos deram a 146 pessoas um placebo ou um extrato de alho durante 12 semanas; os tomadores de alho foram dois terços menos propensos a pegar um resfriado.

Outros estudos sugerem que os amantes de alho que mastigam mais de seis dentes por semana têm uma taxa de 30% menos de câncer de colorretal e uma taxa de 50% menos de câncer do estômago.

A dose ideal: Dois dentes crus por dia e adicionar o alho esmagado a sua comida várias vezes por semana.

4. Frutos do mar

frutos mar panela

Selênio, abundante em moluscos como ostras, lagostas e caranguejos, ajuda as células brancas do sangue a produzir citocinas – proteínas que ajudam a manter longe o vírus da gripe. Salmão, cavala e arenque são ricos em gorduras ômega-3, que reduzem a inflamação, aumentando o fluxo de ar e protegendo os pulmões de resfriados e infecções respiratórias.

A dose ideal: Duas porções por semana (a menos que você está grávida ou planejando ficar).

5. Sopa de frango

sopa de galinha

Quando pesquisadores da Universidade de Nebraska testaram 13 marcas, eles descobriram que todas, exceto uma (macarrão com sabor de frango) bloqueavam a migração de células inflamatórias brancas – uma descoberta importante, porque os sintomas do resfriado são uma resposta ao acúmulo das células nos brônquios.

O aminoácido cisteína, liberado do frango durante o cozimento, quimicamente se assemelha à acetilcisteína de remédios para bronquite, o que pode explicar os resultados. O caldo salgado da sopa mantém o muco fino da mesma forma que medicamentos para tosse. Adicionar especiarias, como alho e cebola, podem aumentar o poder da sopa.

A dose ideal: Tome uma tigela quando se sentir doente.

6. Chá

chá no copo

Pessoas que beberam 5 xícaras diárias de chá preto por 2 semanas tiveram 10 vezes mais interferon em seu sangue do que outras que beberam uma bebida quente placebo, em um estudo de Harvard.

O aminoácido que é responsável por este aumento imunológico, L-teanina, é abundante em ambas as versões preta e verde de cha – versões descafeinadas também.

A dose ideal: Diversos copos diários. Para ter até cinco vezes mais antioxidantes em seus sacos de chá, sacuda-os para cima e para baixo na água quente.

7. Carne

carne com salada

A deficiência de zinco é uma das deficiências nutricionais mais comuns entre os adultos norte-americanos, especialmente para vegetarianos e aqueles que diminuíram a carne bovina, a principal fonte deste mineral que encoraja a imunidade.

Zinco em sua dieta é muito importante para o desenvolvimento de células brancas do sangue, as células do sistema imunológico que reconhecem e destroem invasores como bactérias, vírus e diversos outros, diz William Boisvert, PhD e especialista em nutrição e imunidade no The Scripps Research Institute, em La Jolla, CA.

A dose ideal: 85g de carne magra fornece cerca de 30% do valor diário (DV) de zinco. Isso é muitas vezes suficiente para fazer a diferença entre deficiente e suficiente. Não gosta muito de carne bovina? Tente ostras ricas em zinco, cereais fortificados, carne de porco, aves, iogurte ou leite.

8. Batata doce

batatas doce forno

Você pode não pensar na pele como parte de seu sistema imunológico, mas este órgão fundamental cobre impressionantes 1,7m² e serve como uma fortaleza de primeira linha contra bactérias, vírus e outros.

Para se manter forte e saudável, sua pele precisa de vitamina A. “A vitamina A desempenha um papel importante na produção de tecido conjuntivo, um componente-chave da pele”, explica o orientador David Katz, MD, diretor do Yale-Griffin Prevention Research Center em Derby, CT. Uma das melhores maneiras de obter a vitamina A em sua dieta é comer alimentos que contenham beta-caroteno (como batata doce), que seu corpo transforma em vitamina A.

A dose ideal: Meio copo, que proporciona apenas 170 calorias, mas 40% da porção diária de vitamina A como beta-caroteno.

9. Cogumelos

cogumelo panela

Durante séculos, as pessoas ao redor do mundo se voltaram para os cogumelos para um sistema imunológico saudável. Pesquisadores contemporâneos agora sabem o porquê. “Estudos mostram que os cogumelos aumentam a produção e atividade das células brancas do sangue, tornando-as mais agressivas.

Isso é uma coisa boa quando você tem uma infecção”, diz Douglas Schar, DipPhyt, MCPP, MNIMH, diretor do Institute of Herbal Medicine, em Washington DC.

A dose ideal: Shiitake, maitake e cogumelos reishi parecem ser mais eficientes; os especialistas recomendam pelo menos de 7g a 30g algumas vezes por dia para benefícios máximos.

Leia Também:

>> VÍDEO

Deixe um Comentário